domingo, 27 de setembro de 2015

PR4 - Trilho dos Lameiros

Após efetuarmos o PR2 - Trilho Vinho do Porto, em Samodães, no concelho de Lamego, fomos no dia seguinte percorrer os trilhos da Moura Morta.

O percurso eleito, foi o “Trilho dos Lameiros”, que seguia em grande parte o Rio Vidoeiro. Nele atravessámos as poldras, apreciámos os Moinhos da Levada e cruzámos as pontes: Nova e Velha.

Pelo caminho testemunhámos os lameiros que batizaram o percurso, e passámos por vários rebanhos de gado bovino e caprino que aproveitavam o pasto verdejante que se estendia nas margens do rio.

Após a passagem pela Ponte Velha, iniciámos a subida até à aldeia, passando pelas capelas da Boa Morte e de S. Tiago. Tocando o local onde havíamos iniciado o percurso subimos aos “canastros do curral” presenciando um núcleo razoável de espigueiros, verificando que alguns ainda em estavam em utilização.

No centro do lugar fomos invadidos por uma manada de vacas, que aproveitaram para saciar a sede nas fontes da aldeia.

Findo o percurso, regressámos à Casa do Arco, no Mezio, para de seguida nos refastelarmos com um delicioso almoço no Restaurante Típico.

A Associação Etnográfica do Montemuro era mesmo ali ao lado, e a visita ao museu era gratuita para os hóspedes da casa do arco, daí aproveitámos a oportunidade de conhecer todas as fazes de produção do linho, desde o cultivo até à tecelagem, e os usos e costumes das gentes da região.

Após adquirirmos algumas iguarias artesanais, e já de regresso a casa, ainda arranjámos um bocadinho para visitar o Parque Nossa Senhora da Ouvida e mais uma vez nos deliciarmos com as vistas fantásticas sobre a Serra de Montemuro.

Mapa do Percurso