sábado, 7 de junho de 2014

PR1 - Da Pateira ao Águeda

No dia 7 de Junho Nenuco e Pastelita efectuaram o 1º percurso pedestre implementado e sinalizado no concelho de Águeda, circularam pelas Freguesias de Óis da Ribeira e de Espinhel, junto às margens do Rio Águeda e de uma das maiores lagoas naturais da Península Ibérica, a Pateira de Fermentelos

Iniciámos o percurso no Parque de Espinhel, local muito acolhedor e muito bem tratado. Os visitantes já se começavam a juntar para os picnics, o fogo já crepitava nas churrasqueiras e enquanto visitámos a área, tomámos café no agradável barzinho de apoio ao parque e visitámos o embarcadouro do Rio Cértima, já o cheirinho se fazia sentir, convidando a uma churrascada antes de rumarmos à localidade de Óis da Ribeira.

O trilho até ao embarcadouro do Rio Cértima estava intransitável com lama, devido às chuvas da véspera, este pequeno percalço originou alguma confusão para encontrarmos o local para continuarmos o percurso. Visitámos o Rio Cértima e o seu embarcadouro, onde estavam algumas bateiras (embarcações de madeira) ancoradas, usando a estrada de terra que deveríamos usar aquando do regresso. 

Passando pela Fonte de Valbom e pela Igreja Matriz de Óis da Ribeira encontrámos o Rio Águeda para depois seguirmos a sua margem, junto aos terrenos agrícolas, podendo ir observando as cegonhas, milhafres entre outras aves. Chegámos a um local onde surgiu a opção de irmos à ponte de Requeixo que distava daquele lugar 1,3 Kms. Como já tínhamos visto algumas fotos desta ponte e nos pareceu muito interessante, optámos por somar mais 2,6 Kms ao nosso percurso e irmos ver “in loco” o local de confluência do Rio Cértima com o Rio Águeda, sendo de salientar que o Rio Cértima é dos poucos rios europeus que correm de Sul para Norte.

De volta onde efectuámos o desvio, atravessámos os campos para nos abeirarmos de novo da pateira e quase sem darmos conta começamos a avistar o Clube de Remo do Parque de Óis da Ribeira. Durante todo percurso, em qualquer local, podemos ver as bateiras ancoradas, que tanto quanto nos apercebemos ainda navegam habitualmente.

O Parque de Óis da Ribeira é um local muito aprazível, com muitos meios de apoio ao visitante, restaurante, um parque de merendas, parque infantil e com vários passadiços em madeira com bancos para repouso e contemplação de toda zona envolvente. 

Quase a terminar a nossa caminhada, seguimos por um caminho florestal que se encontra no fundo do parque, existindo um local em que é necessário atravessar uma propriedade privada, estando devidamente sinalizado e com as devidas autorizações.

Após a passagem por uma antiga pedreira de extracção, constituída por um grés vermelho e observando as variadas espécies de aves, chegámos de novo ao Parque de Espinhel, onde as churrasqueiras continuavam a crepitar, agora a preparar o petisco para o lanche.

Informação do Percurso

Mapa do Percurso