domingo, 9 de agosto de 2015

Parque Natural de Monfrague

Estando por Cáceres, aproveitámos uma passagem pelo Parque Nacional de Monfrague, que distava dali pouco mais de 50 km e que sem sombra de dúvida valeria a pena visitar.

Iniciámos o passeio, passando pela “Embalse de Valdesalor”, onde passeámos pela sua margem e desfrutámos do seu encanto natural, onde o homem ainda pouco interveio. 

Seguimos depois o nosso caminho até ao Parque Natural, que foi o primeiro a ser considerado Parque Nacional na Estremadura Espanhola e que se situa na Província de Cáceres, sendo atravessado pelo “Rio Tajo” e pelo “Rio Tiétar”.

No ponto mais elevado do monte, junto ao castelo, existe uma ermida de devoção à Virgem de Monfrague, padroeira de algumas localidades vizinhas. Subindo ao alto da torre do castelo obtêm-se uma vista fabulosa sobre todo o Parque, com o Tejo e o Tietar deslizando no vale. Como já referenciámos na publicação anterior “Descobrindo Cáceres”, não conseguimos resistir a fazer parte do “Itinerário Rojo”, um dos diversos percursos pedestres existentes nesta zona privilegiada, com vistas simplesmente fabulosas, sempre sobrevoada por uma enorme população de abutres e águias.

Descendo o monte, chegámos ao “Salto del Gitano”, um dos locais mais bonitos da nossa visita. Uma enorme varanda que nos separa das águas, aparentemente calmas, do rio Tejo, facultando-nos uma visão única, permitindo-nos observar as aves, na sua maior parte os abutres que sobrevoam e posam nesses enormes rochedos.

O Centro de visitantes deste parque nacional, situa-se em Villarreal de San Carlos, um pouco mais à frente, uma pequena aldeia muito pitoresca que também vale a pena visitar.