sábado, 6 de fevereiro de 2016

PR3 - Caminho do Xisto de Aldeia das Dez III - Na Pegada do Ermitão

Dia 6 de Fevereiro, foi o dia de voltarmos ao concelho de Oliveira do Hospital, recordando os percursos já efectuados em Dezembro de 2013: PR2 – Caminho do Xisto de Aldeia das Dez – Rota Imperial e o PR5 – Caminho do Xisto de Oliveira do Hospital – A Marcha dos Veteranos.


Desta vez efectuámos o PR3 – Caminho do Xisto de Aldeia das Dez III – Na Pegada do Ermitão, que oficialmente se inicia na Aldeia das Dez, descendo até à Ponte das Três Entradas, fazendo depois o desvio até à Praia Fluvial de São Sebastião da Feira. 

Nós optámos por começar a caminhada na Ponte das Três Entradas, por ser o primeiro local de passagem. Mochilas às costas, sapatilhas ao caminho e lá vamos nós pela estrada principal, em direção a Aldeia das Dez.

À saída da pequena localidade de Porto Mós é preciso ter muita atenção, pois é aqui que largamos o alcatrão e entramos num trilho à nossa direita, não estando a marca muito visível. Seguindo esse trilho, atravessámos a estrada M508 e vamos chegar à aldeia pela Rua da Moz, confluindo num pequeno largo junto a uma fonte na Rua Serafim Marques Araújo. 

Dirigindo-nos para o Largo Alfredo Duarte, onde deveríamos ter iniciado o percurso, visitámos os principais pontos de interesse da aldeia: a Casa dos SS onde está situada a Loja das Aldeias de Xisto, o Solar Pina Ferraz, a Igreja Matriz e a vista espetacular que dali somos presenteados.

Voltámos depois pelo caminho já nosso conhecido quando efectuámos a Rota Imperial, descendo a calçada romana até perto da Capela de Santa Maria do Mosteiro.

Abandonando o caminho já nosso conhecido, seguimos as indicações das placas de madeira para o lado direito, de encontro com o Rio Alva, donde num patamar superior nos deslumbrámos com paisagens magníficas sob o rio, seguindo por estrada de terra até atingirmos de novo a Ponte das Três Entradas. 

O cansaço já se começava a fazer sentir, daí optarmos por descansar um pouco e degustarmos as já tradicionais sandochas no parque de merendas, junto à magnifica ponte que deu o nome à localidade. É por baixo desta ponte que passam o Rio Alvoco que desagua no Rio Alva naquele local.

Era chegada a hora de seguirmos o percurso pedestre junto ao rio Alva, até à Praia Fluvial de S. Sebastião da Feira, local muito agradável, com um ótimo parque de merendas, onde existe uma Roda de água gigante que fez as nossas delícias, voltando depois pelo mesmo caminho até chegarmos novamente ao local onde havíamos iniciado o percurso.

Já no caminho de regresso, parámos no miradouro “Varandas de Avô” onde nos maravilhámos com a esplendorosa vista que dali se obtém, para assim fecharmos com chave de ouro mais um dia bem passado em contacto com as belezas da Serra do Açor.

Mapa do Percurso