sábado, 16 de janeiro de 2016

PR2 - Rota das Águas Milenares

A primeira caminhada do ano aconteceu na freguesia de Alcafache, percorrendo a “Rota das Águas Milenares”, percurso que faz parte da rede de percursos pedestres do concelho de Mangualde.


Inicia-se junto à Capela Nossa Senhora de Fátima, nas Termas de Alcafache, a poucos metros do Rio Dão, onde as suas águas turbulentas se faziam ouvir. Do seu leito brotam águas sulfurosas, indicadas para vários tratamentos, de reumatismo, respiratórios, de pele… Diz-se que essas águas têm uma idade superior a 14000 anos, vindo daí o nome do nosso percurso.

Começámos a caminhada, subindo a estrada em direcção a Tibaldinho, tomando de seguida um caminho à direita que atravessa a floresta em direcção a Casal Mendo, desembocando junto à Junta de Freguesia de Alcafache.

Seguindo em frente, por entre terrenos agrícolas observando alminhas, picotas e poços em alvenaria que iam aparecendo pelo caminho, seguimos até Casal Sandinho, onde junto à Capela da Nossa Senhora da Piedade efectuámos um desvio para visitarmos a Igreja Matriz. Voltando atrás os 550 metros percorridos, retomámos a nossa rota subindo em direcção à EM 595. Neste local é necessário redobrar a atenção, pois há ausência de sinalização, mas seguindo as indicações do folheto, virámos à direita, e passados 100 metros encontrámos um caminho voltando a aparecer as marcações de imediato.

Descemos então o caminho romano até à Quinta da Marinha, presenciando e admirando os terrenos agrícolas que já se encontram todos floridos, numa primavera antecipada.

À entrada da aldeia do Carvalho, aproveitámos para descansar um pouco, no pequeno Parque de Merendas, junto à Capela de Santa Cruz, seguindo depois em direcção a Casal Mendo, novamente.

Aqui, ocorreu um pequeno engano… a ausência de sinalização, ou algum descuido da nossa parte, originou que não tivéssemos passado pelo centro do lugar, apercebendo-nos já perto do final do percurso que não tínhamos visitado a Capela de S. Frutuoso, deixando a sua visita para a hora de regresso a casa.

Foi um percurso agradável, não muito exigente do ponto de vista físico, estando as marcações já a necessitarem de alguma manutenção mas por enquanto ainda são suficientes.

Ao longo de mais de 7 km tivemos contacto com o património construído da freguesia, não deixando de realçar a parte paisagística que é sem duvida também muito interessante.

A aventura ainda agora tinha começado… havia fôlego para mais um passeio ao longo do Rio Dão, que descreveremos em breve…

Mapa do Percurso