quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Aldeia Histórica de Belmonte

Belmonte, considerada Aldeia Histórica desde 2003, está situado no Monte da Esperança e o seu nome terá surgido por estar num Belo Monte. Em plena Cova da Beira, tem vista privilegiada sobre uma encosta da Serra da Estrela.

A sua história está interligada com a família de Pedro Álvares Cabral, ganhando uma maior visibilidade após a descoberta do Brasil, estando uma estátua em sua homenagem num lugar de destaque na vila.

O Castelo situa-se no ponto mais alto da localidade, sendo o ex-libris do concelho. Nas suas imediações existem duas pequenas capelas, a de Santo António e a do Calvário e um pouco mais afastados, a Igreja de S. Tiago e o Panteão dos Cabrais, o conjunto dos dois últimos estão classificados como Monumento Nacional.

A presença judaica é visível por toda a vila: o Centro de Formação Judaica, o Museu Judaico e a própria Sinagoga. Esta é de construção recente mas há vestígios de já ter existido uma na Idade Média, comprovado por pedra existente no Museu Judaico. Além destas marcas, outras existem também ao longo das ruas com vários símbolos da cultura judaica gravados nas habitações.

Também a presença romana está bem demarcada pela região, que o testemunhem o Centrum Celas e a Villa da Quinta da Fornea, pontos de passagem da via que ligava Mérida à Guarda, as duas no exterior do Centro Histórico de Belmonte.

Por todo este vasto património, pela boa gastronomia e pela simpatia dos seus habitantes, vale bem a pena passar pela Cova da Beira e visitar esta localidade e os seus arredores.