domingo, 17 de maio de 2015

PR1 - Percurso da Nossa Senhora do Castelo

O dia 17 Maio acordou muito quente e cedo nos fizemos ao caminho para efectuar o percurso da Nossa Senhora do Castelo em Vouzela.

O Parque de Campismo de Vouzela situa-se no Monte da Nossa Senhora do Castelo, local onde está edificada a Ermida que dá o nome ao percurso. Ao circular pela estrada vimos algumas marcações e como não ficavam muito longe do parque optámos por iniciar a caminhada logo ai, acrescentando assim mais cerca de 2 km ao previsto, perfazendo então cerca de 10 km na totalidade.

Iniciámos o percurso propriamente dito na descida junto à estrada N228-1 que dá acesso ao cume do monte, onde se encontra uma placa de madeira a indicar a vila. É uma descida um pouco íngreme e na altura apresentava algumas dificuldades devido ao corte de árvores.

Descemos o Monte do Castelo por entre ramos e cascas de eucaliptos, até chegarmos à estrada de alcatrão e passando junto à Escola Secundária chegámos ao Parque da Liberdade, onde oficialmente tem inicio o percurso.

A nossa atenção foi imediatamente desperta pela fabulosa ponte onde outrora passou o “Vouguinha”, comboio que fazia a ligação entre a Linha do Norte em Espinho e a Linha do Dão em Viseu, é sem dúvida uma obra de arquitectura espantosa, “este viaduto com os seus 16 arcos de pedra”1, como foi dito por António Gil Campos em Novembro de 2013, aquando das comemorações dos 100 anos da chegada do comboio a Vouzela.

Após visitarmos a Igreja Matriz, atravessámos o Rio Zela pela ponte pedonal, chegando assim junto da Ponte Romana. Subimos então à esquerda até encontrarmos a antiga linha do caminho-de-ferro e finalmente podemos cruzar a ponte e desfrutar da vista privilegiada que dali se obtém.

Percorrendo as ruas da vila, voltámos a entrar no antigo troço da linha, regalando-nos com a paisagem sobre o vale do Rio Vouga até atingirmos a aldeia de Calvos, onde a abandonamos e demos inicio à subida do Monte da Nossa Senhora do Castelo, passando junto à Capela de S. Antão.

Nesta altura o calor já se começava a fazer sentir com toda a sua força e foi de bom grado que avistámos o Parque de Merendas de Olho Marinho, era sinónimo de que já faltava pouco para atingirmos o topo. Após um breve descanso, iniciámos a etapa final e rapidamente chegámos ao Santuário.

À direita das escadas de acesso ao miradouro existem duas sepulturas antropomórficas, sobre um pequeno afloramento granítico, testemunho da ocupação humana naquele local há muito tempo atrás.

As vistas dali eram soberbas… Do topo do monte avista-se toda a região de Lafões e tem-se uma belíssima vista sobre a Vila de Vouzela. Neste lugar podemos alargar os nossos horizontes e sentir uma enorme paz interior. Valeu a pena o esforço da subida…

A nossa caminhada estava quase terminada, restava descer o monte até à estrada que nos levaria de novo ao Parque de Campismo, para regressarmos a casa, depois de um passeio na belíssima Mata da Penoita, situada numa das encostas da Serra do Caramulo, local onde começa mais um percurso pedestre, percurso esse que ficará desde já em carteira para outra oportunidade.